12º Propósito com Deus - Relacionamentos

3ª Quarta da Purificação.

Purificando-nos de relacionamentos que não agradam a Deus

O objetivo dessa nova tarefa não é de maneira nenhuma fazer apologia ao isolamento total ou a inimizade com pessoas que não professam a mesma fé, mas sim te fazer analisar quais tipos de relacionamentos você tem tido, o que Deus pensa a respeito deles etc.

Amizades
As amizades tem um grande poder de influenciar, tanto positivamente te fazendo crescer espiritualmente, como negativamente fazendo com que você se esfrie com Deus e se envolva mais com assuntos que não dizem respeito a fé.
Muitos convertidos que outrora viviam no primeiro amor começaram a alimentar o pensamento de que seria bom se tornarem amigos de pessoas incrédulas para tentarem trazê-las para a luz. E com isso o vínculo entre eles e essas pessoas se tornou tão forte a ponto de levá-los a se afastarem de Deus.
Porque isso aconteceu?
Vamos a um simples exemplo:
Se você pegar um tomate podre e colocá-lo em uma caixa juntamente com tomates frescos, que não estejam podres, daqui alguns dias o que vai acontecer?
Certamente o tomate podre contaminará todos os bons. E todos ficarão podres também.
Não tem como os tomates bons transformarem o podre em bom também.
Ou seja, há muito mais chances de você se contaminar com o mundo e passar para o lado das trevas do que os seus amigos do mundo passarem para o lado da luz.

Homens e mulheres de Deus tremendamente usados por Ele compartilharam a sua intimidade, a sua vida pessoal com ímpios e perderam sua salvação.
Justamente porque as pessoas com que andamos, conversamos e abrimos nosso coração exercem forte influência sobre nós.
Se elas não tiverem compromisso com Deus, vão falar de coisas vãs ou más; coisas que ofendem a santidade do Senhor e que, com o tempo corromperão os costumes cristãos que adquirimos em nossa convivência com nossa família e a Igreja.  "Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes" 1 Coríntios 15:33

Assim também a Bíblia nos alerta: "Não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus." Tiago 4:4

"E que comunhão tem a luz com as trevas? Ou que parte tem o fiel com o infiel?" 2 Coríntios 6:14

Não quero dizer que não podemos falar mais com pessoas que não são de Deus!
Nós não somos do mundo, mas vivemos nele. Trabalhamos e estudamos com pessoas que não servem a Deus.
Viver isolado, considerando-se um santo, não é o que Deus quer para Seus filhos. Devemos falar e testemunhar do amor de Jesus a elas; temos que ser tão meigos para com os outros que eles serão atraídos à nossa presença;  a nossa conversa tem de ser tão saturada de sabedoria dos céus que até inimigos da fé cristã se sintam bem em vir nos procurar.

Porém, conviver é uma coisa, estabelecer uma amizade profunda, outra, porque amizade implica comunhão de ideias e práticas.
Há uma grande diferença entre ser colega e amigo. O amigo tem intimidade, tem um grande contato e abre espaço para o outro saber de sua vida. O colega fala o essencial, trata com respeito e fala de Jesus. E se você quer converter alguém, que a pessoa se converta vendo o seu testemunho, e não entrando na sua privacidade.
Para quem você conta os seus segredos?

Na Bíblia diz que: Devemos ser serenos como pombas e prudentes como serpentes.

Não podemos contar sobre a nossa vida, nossos sonhos, e nem nossos problemas para qualquer um. 
Por mais que a pessoa se demonstre boa, confiável e até mesmo de Deus. Nós não podemos sondar os corações. Somente Deus tem essa capacidade.
Não sabemos o que nossas "amigas" estão pensando, sentindo ou desejando.


Eu falo isso por experiência própria. Quantas vezes eu acreditei na suposta amizade de tantas pessoas e depois soube que elas falavam de mim pelas costas, invejavam os meus sonhos, e torciam para minha derrota? E eram minhas "melhores amigas". Carne e unha.
Há pessoas que não gostam de saber que estamos bem, que nos invejam, e que ficam felizes nos vendo contar problemas. E nós nem sabemos. Pessoas até mesmo dentro das igrejas exercendo funções dentro do ministério.
Mas o Senhor Jesus nos alertou sobre isso na parábola do joio e do trigo.
O fato de alguém participar de uma igreja ou se dizer cristão não é garantia de uma amizade saudável e edificante.

Na maioria das vezes as pessoas estão preparadas para enfrentar esse tipo de conduta vinda de pessoas do mundo, que não tem a mesma fé, mas quando acontece dentro da própria igreja e com pessoas que tem até títulos, poucas pessoas entendem.
Não conte os seus problemas para alguém que esteja no mesmo nível espiritual que você, ou em nível inferior. Conte somente para aquelas que estão em um nível espiritual superior ao seu, para que possam te ajudar com conselhos e orações.

Cuidado com os conselhos que você recebe!


Eva só pecou porque recebeu o conselho da serpente.

Acabe era um escolhido de Deus, mas fez coisas abomináveis aos olhos do Senhor porque recebeu conselhos errados de Jezabel. (1 Rs 21.25).


O Rei Dario recebeu conselhos de presidentes e príncipes, e acabou tomando uma atitude muito errada, colocando Daniel, pessoa a qual ele tinha grande afinidade, na cova dos leões (Daniel 6).

- Vamos seguir os bons exemplos da Bíblia:

Jó, recebeu conselhos errados de sua esposa, para murmurar, amaldiçoar a Deus e morrer. Mas a repreendeu na hora, nunca murmurou, em tudo ele dava glórias a Deus.


Outro bom exemplo:


Pedro tentou persuadir, aconselhar, influenciar ao Senhor Jesus a não cumprir a vontade de Deus. Satanás estava usando a boca de Pedro para dar tais conselhos, mesmo Pedro
sendo servo de Deus, discípulo e amigo do Senhor Jesus.
Mas Jesus com muita sabedoria, os rejeitou e repreendeu a Pedro na hora.
Queridos, não importa quem esteja tentando te aconselhar, não importa se são seus melhores amigos, pessoas da igreja, ou até mesmo familiares. Tampe seus ouvidos, e os repreenda assim como fez o Senhor Jesus. Não permita que conselhos impeçam o cumprimento dos sonhos de Deus em sua vida!

Marcos 8:31 "E começou a ensinar-lhes que importava que o Filho do homem padecesse muito, e que fosse rejeitado pelos anciãos e príncipes dos sacerdotes, e pelos escribas, e que fosse morto, mas que depois de três dias ressuscitaria.
32 E dizia abertamente estas palavras. E Pedro o tomou à parte, e começou a repreendê-lo.
33 Mas ele, virando-se, e olhando para os seus discípulos, repreendeu a Pedro, dizendo: Retira-te de diante de mim, Satanás; porque não compreendes as coisas que são de
Deus,mas as que são dos homens."
 
Pare de ser inocente e expor sua vida para várias pessoas. Seja prudente!
Suas amigas tem o poder de mudar sua história? Com certeza não! Então para que contar?
Conte para Deus o que você está passando Ele é o único que pode te compreender e mudar esse quadro!
E se você precisar de alguém para desabafar... Existe alguém melhor do que seu Pai que te criou? O melhor amigo que alguém pode ter.

Versículos relacionados:

"Quem anda com os sábios será sábio, mas o companheiro dos insensatos se tornará mau" (Provérbios 13:20).

"Bem-aventurado o homem que não anda no conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores" (Salmo 1:1).


Tudo o que vemos, ouvimos e aprendemos é absorvido para o nosso interior. Se você vê, ouve e aprende assuntos com pessoas que não estão no espírito, você automaticamente está alimentando o seu interior da forma errada. Daqui a pouco o seu interior estará tão tomado por coisas sujas que não terá mais espaço para o Espírito Santo. Além do mais, o Espírito Santo não habita onde há sujeira, Ele somente habita onde há pureza e santidade.
Namoro

A maioria dos heróis da fé se afastaram de Deus por causa da escolha errada na vida sentimental.
Acabe, Salomão, Sansão...
Acabe, rei de israel, casou-se com Jezabel. Ela introduziu em Israel a morte de crianças em oferenda ao diabo. Portanto ele matou gente inocente por influência dela, transformou a casa de Deus em prostíbulo, exterminou os profetas do Senhor, etc.

Eles eram homens de Deus mas casaram-se com endemoniadas e depois disso se afastaram de Deus.
Temos que observar a triste experiência deles e seguirmos por um caminho diferente.


Incrédulos não querem ter um namoro puro. E não há comunhão entre a luz e as trevas.
Uma verdadeira mulher de Deus nunca entra em um relacionamento de intimidade com incrédulo. Ela não se arrisca. Pois sua salvação é o que há de mais precioso para ela.  
Ela pode até lutar pela alma dele, mas somente se ele se converter será possível iniciar um namoro. Pois quando se permite que um incrédulo entre na sua intimidade você perde toda moral para falar de Jesus para ele.
II Timóteo 2:22: "Foge também das paixões da mocidade e segue a justiça, a fé, o amor, a paz com aqueles que invocam o Senhor com um coração puro."


Missão da Semana:  Fazer um levantamento sobre as pessoas que nos relacionamos e temos mais intimidade; e nos afastar de relacionamentos que nos afastam de Deus.
E como fazer esse levantamento?
Observando os frutos. O Senhor Jesus disse que a árvore se conhece pelos frutos.
Observe as atitudes, as palavras, e o caráter.
É obvio que ninguém é perfeito, mas se tratando de amizades e namoro é preciso ser exigente e saber fazer boas escolhas. Uma escolha errada pode determinar um futuro longe de Deus.
O namoro cristão visa o futuro casamento. Completamente diferente do namoro do mundo, que só pensa em curtir o presente.
Portanto é preciso colocar na balança os pontos positivos e negativos da outra pessoa. Usando a razão e não o sentimento.
1° Passo: Escreva em um papel os nomes das pessoas que você tem um relacionamento mais íntimo, seus amigos, e a pessoa que você ora, gosta ou namora também. Se você for casada escreva somente o nome de seus amigos.

2° Passo:  Responda as seguintes perguntas, lembrando-se de cada amigo(a):

1. Você tem amizades do mundo? Agora que você já sabe a opinião de Deus sobre esse assunto, quais providências precisa tomar?

2. Quais tipos de contato você tem com as pessoas que não são de Deus? Vai em festas? Conta informações íntimas sobre você? Conversa mais assuntos do mundo do que assuntos de Deus? Lembre-se sempre que se você mantem algum contato com tais pessoas, que seja somente para falar de Jesus e pregar a palavra de Deus.

3. Se tem amigos que não estão firmes com Deus o que poderá fazer para ajudá-los sem pôr em risco a sua salvação?

4. Eles te adicionam espiritualmente ou somente subtraem?

5. Quais assuntos vocês costumam conversar que poderiam ser evitados? Conversas imorais? Piadas maliciosas? Fofocas? Falar da vida dos outros?

6. O que você e seus amigos podem fazer para revolucionar o mundo espiritual? Evangelizarem juntos? Compartilharem passagens bíblicas, tirarem dúvidas e exporem opiniões sobre as coisas de Deus? Fazerem um jejum juntos pela mesma causa? Criarem um novo projeto que exalte ao nome de Jesus? etc.

7. Até que ponto seus amigos da igreja influenciam nas suas decisões? Eles dão palpite sobre seus votos com Deus? Eles não concordam com seus sonhos e tentam te fazer percorrer outro caminho, diferente do que Deus quer que você percorra? Quem tem o Espírito Santo "anda com suas próprias pernas", não vive correndo atrás de conselhos, não vive baseado nas opiniões alheias. O Espírito Santo é o seu guia, a sua bússola, o único quem deve te direcionar. 


Agora responda as seguintes perguntas sobre a pessoa que você gosta/ora/namora:


1- Ele é nascido de Deus? Batizado com o Espírito Santo?
2- Ele obedece e aceita a vontade de Deus para vocês dois, ou prefere fazer a sua própria vontade, querendo levar o namoro de uma forma liberal e carnal?
3- Ele cuida das coisas de Deus? Zela pela sua salvação em primeiro lugar e busca salvar almas?
4- Atitudes dele na igreja, e principalmente fora dela. Pois na igreja as pessoas costumam ser "santinhas", no dia-a-dia longe de todos que as máscaras costumam cair. 
5- Dá confiança a outras meninas? Se ele age assim na fase do namoro imagina depois do casamento. Esse é um sinal de infidelidade.
6- Ele tem metas? É trabalhador?
7- É um bom filho? Os bons filhos costumam ser bons maridos.
8- Ele já mentiu alguma vez? Por menor que fosse a mentira...

Observe os mínimos detalhes. Nunca assuma nenhum compromisso com alguém, se você tiver dúvida. Porque a dúvida não vem de Deus.
Eu sei que esse segundo levantamento é o mais difícil de ser feito, pois há maior tendência do sentimento prevalecer, ao invés da fé inteligente.
Mas saiba que se você não for realista respondendo as perguntas acima para si mesma, e agir de forma emotiva, fazendo vistas grossas e minimizando fatores importantes, sua vida poderá se tornar um pesadelo.
Dependendo das suas respostas aos questionários, você já sabe qual é a atitude certa a tomar: continuar com esse relacionamento ou dá um ponto final.


Na luta do sentimento contra a razão, que a sua razão consiga vencer. Pois Deus fica impossibilitado de agir na sua vida quando você age com o coração. Porque você fica cega e surda a voz Dele, emotiva, vulnerável as armadilhas do diabo. O coração é enganoso! Veja só:  “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto, quem o conhecerá? Eu, o Senhor, esquadrinho o coração…” Jeremias 17.9-10

Quem vai ganhar essa luta? Você decide! Está nas suas mãos...


Propósito com Deus: Durante 1 semana se humilhar diante de Deus, orando com a boca no pó.


Orar completamente prostrada (com a boca no pó). Isso se faz quando estamos em uma luta que embora estejamos diante de Deus não vemos como alcançar vitória, veja uma recomendação para por a boca no pó: “Ponha a boca no pó; talvez assim haja esperança”. Lamentações 3:29

Share:

1 comentários