17ª Tarefa


Quantas mulheres cristãs você conhece? E quantas fazem a diferença, marcaram a história, revolucionaram o mundo? Pouquíssimas, não é mesmo?

Significado da palavra Diferença:  Caráter que distingue um ser de outro ser.
Porque muitas mulheres que estão na igreja, não fazem a diferença?

1- Acham que já fazem o suficiente para Deus. Pensam que louvar, evangelizar, ajudar o pastor já é o bastante.

2- Não se acham capazes de chegarem a altos patamares no mundo evangélico. Não confiam em si mesmas, são tímidas e medrosas.

3- Não tem visão de águia. Focam somente no SEU mundo, na SUA família, no SEU trabalho, e na resolução dos seus problemas pessoais.

4- Procedem da mesma maneira que as mulheres do mundo.
As mulheres são mais emotivas do que os homens, por natureza. Por isso são mais influenciáveis. Observe que a mídia sabe disso e a maioria das propagandas é voltada para o público feminino.
Infelizmente, muitas mulheres cristãs deixam-se influenciar pelo brilho do mundo, pelos atrativos, e pela moda depravada.

A Bíblia diz em Romanos 12:2: "E não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus."

Refere-se a não conformar-se com o estilo e aparência externos, acomodando-se a um modelo ou padrão e não se deve agir conforme o mundo nos incentiva, praticando as obras da carne. Pelo contrário, devemos ser transformadas por um entendimento renovado e comprometido com os ideais do Reino de Deus.


Se a mídia fala que o padrão de uma mulher bonita é ser magérrima, muitas mulheres seguirão a multidão. Não usarão a inteligência e prejudicarão até sua própria saúde por causa da estética.

Se a moda lança roupas curtíssimas e sensuais, muitas mulheres sentem-se na obrigação de se enquadrarem nesse padrão.

Se as músicas dizem que os homens gostam das mulheres "cachorras". Muitas passam a gostar desse apelido pejorativo, e aceitam ser desvalorizadas como "cachorras".

Se uma música do mundo explode de tanto sucesso, muitas mulheres cristãs passam a cantá-las para se sentirem tão modernas e atualizadas quanto as outras mulheres que não tem a mesma fé.

Quem foi que disse que você só será considerada linda, e valorizada se seguir o que a mídia diz?

Quem foi que deu esse poder a mídia de decidir o que é certo e o que é errado, o que se deve ou não fazer e usar?

Acaso esse poder não pertence ao Espírito Santo, que é o condutor da sua vida? Acaso não é a Bíblia o local onde você irá encontrar o que deve ou não fazer?

Você foi criada a imagem e semelhança de Deus, uma verdadeira princesa do Senhor. E só porque você não se parece com determinada atriz quer dizer que você é menos bonita? Só porque não tem o corpo igual ao das modelos, você é gorda?

Chega de se permitir manipular, chega de seguirmos a multidão. Somos a luz do mundo. Mas muitas, ao invés de brilharem, resplandecerem a luz de Deus estão tentando ser parecidas com as trevas, deixando que a mídia molde seu estilo, sua personalidade, e até mesmo seu caráter.

Que comunhão há entre Cristo e satanás, entre a luz e as trevas, entre os de Deus e os filhos de Belial? Não vamos torcer a palavra viva para satisfazer nossos prazeres, pecados e a mídia. Vamos nos despir do velho homem.

O Senhor Jesus nos disse que nós somos o sal da Terra: "Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens” (Mt 5.13)

Mas porque sal?

Não poderíamos ser açúcar da terra? Não é mais agradável e saboroso que sal?
O sal é humilde, ele não se exibe e mesmo assim faz toda a diferença.
Repare só que quando colocamos sal na comida, ele só deixa o seu sabor e não aparece. É como se ele fizesse o principal papel, estando nos bastidores.
Nós que somos de Deus temos que agir da mesma forma. Não precisamos de glória, e nem de nos exibir para desempenharmos o nosso papel com excelência. Conseguimos fazer a diferença e ao mesmo tempo transferir toda a honra, glória e louvor a Deus.

Além do mais o Senhor Jesus, com sua infinita sabedoria, compara-nos ao sal, pois não há outro elemento na natureza com características semelhantes ao sal. Vejamos:
  • O SAL ALTERA O SABOR.
  • O SAL CURA.
  • O SAL CONSERVA.

Vamos avaliar essas características:


O SAL ALTERA O SABOR

Como seria a comida sem sal? Salada sem sal? E o arroz sem sal?
Ao determinar que “vós sois o sal da terra”, o Senhor Jesus está falando que, assim como o sal dá sabor aos alimentos, você deve dar sabor à vida das pessoas que você se relaciona.
Você é sal da terra para levar pessoas a conhecerem o Evangelho.
Pense nisso: com suas palavras, com sua atuação, você vai alterando, mudando, transformando o sentido da vida das pessoas que você se relaciona. Fazendo-as ter uma Vida com “sabor” verdadeiro. Essas pessoas terão suas vidas mudadas, com um novo rumo, um novo objetivo, por que você um dia cruzou com elas e apresentou-lhes o Senhor Jesus.

Você é sal da terra para que para com a ajuda do Espírito Santo, aconselhe, console, corrija em amor, conforte, oriente com sabedoria, abra os olhos espirituais para que vejam as próprias vidas pela ótica de Deus.

Isso é alterar o sabor. É a sua função.


O SAL CURA

Aftas são pequenos ferimentos na boca causados pela baixa imunidade associada à ingestão de alimentos ácidos. São muito dolorosos quando em contato com os dentes ou com alimentos. Ao ingerir uma salada temperada com sal, a pessoa sente uma dor muito forte no local, porém essa dor se dissipa quase que imediatamente, contribuindo, ainda que modestamente, para a eliminação da afta. Se a pessoa utilizar sal puro no local ferido, o processo será muito, muito doloroso, mas a cura será muito rápida.

O sal tem a propriedade de cura.

Você, como sal da terra, também pode curar. Curar relacionamentos, curar vidas feridas, curar vícios, curar mágoas, curar angústias e tristezas, feridas emocionais. Cuidar do ferimento da solidão e cicatrizá-lo. Incentivar o perdão, consolar, usando apenas palavras colocadas em sua boca pelo Espírito Santo de Deus.
O SAL CONSERVA

Por falar em comida, você gosta de bacalhau? É apenas peixe e sal. E carne seca? É apenas carne e sal. Veja o rótulo nos vidros de milho verde, palmito, ervilha, etc; água e sal! O sal mantém as características dos alimentos. Não altera, apenas mantém.

Assim como o sal, devemos CONSERVAR aquilo que aprendemos com o Senhor Jesus. Devemos conservar nossa salvação, o primeiro amor.

Revisão:

Ser SAL DA TERRA é:

Dar SABOR à vida das pessoas, falando a elas sobre Jesus;

CURAR relacionamentos feridos, usando palavras que edificam, palavras emitidas sob a orientação do Espírito Santo.

CONSERVAR o que você aprendeu do Senhor, ensinando sempre, sem acrescentar e sem tirar nada; Conservar a salvação e o primeiro amor.

Quantas coisas, você como sal da terra pode fazer, não é? E sentir uma paz interior muito intensa por isso. Não há maior alegria que esta.
Você precisa saber...

O sal somente dá sabor ao alimento quando está em contato com o alimento.

O sal somente cura o local ferido, quando está em contato com o local ferido.

O sal somente conserva o alimento, quando está em contato com o alimento.

Imagine o saleiro que você tem em sua casa.

Coloque esse saleiro sobre a mesa ao lado de uma vasilha repleta de pipoca que você acabou de preparar. É possível o sal temperar a pipoca mantendo-se dentro do saleiro?  

Assim como é necessário o sal sair do saleiro para dar sabor, curar ou conservar, você deve também sair do “seu saleiro”, colocando em ação tudo o que você tem de entendimento sobre o evangelho.

Fale, oriente, console, corrija, ensine, ore. Coloque-se à disposição da obra do Senhor.

Se você não sair do “seu saleiro”, ocorrerão duas coisas:

1) Não vai dar sabor, não vai conservar e não vai curar nada. Sal dentro do saleiro nada consegue realizar.

2) Sal no saleiro por muito tempo, sem uso, vai ficar duro, empedrado. É bem difícil tirá-lo de lá, não? Nós também somos assim.

Não guarde o privilégio de ser “sal da terra” apenas para você, mantendo-se em silêncio no “seu saleiro”, acreditando que a responsabilidade de divulgar o Evangelho é apenas do seu pastor, acreditando que basta assistir o Culto sem se envolver com os trabalhos da igreja, acreditando que no “seu saleiro” sua posição é a mais correta.

Pense nas inúmeras pessoas que necessitam de você, necessitam de seus dons, de sua presença, de suas palavras, do seu consolo.

Ficar no “saleiro” é cômodo demais, é também muito confortável, mas tem suas consequências.


CARACTERÍSTICAS DAS MAIS PRECIOSAS QUE RUBIS, QUE FAZEM A DIFERENÇA:

1- A Mulher de Deus que faz a Diferença :


Nunca está satisfeita com o que faz para Deus. Procura sempre uma nova oportunidade para serví-Lo mais e mais, com excelência. É insaciável quando o assunto é Reino de Deus e almas. Não importa o momento, a hora e nem o lugar, o que ela necessita é surpreender a Deus com o seu melhor.
Ela sabe que o segredo para receber é dar. Dar de coração aberto, sem esperar nada em troca, sem interesses e segundas intenções.
Não se serve a Deus somente desempenhando uma função ministerial (ou seja, sendo pastora, obreira, cantora etc.).
Servir a Deus é muito mais do que isso, significa servir ao próximo. Buscar sempre uma chance para retirar alguém do fundo do poço, dar uma palavra de ânimo, de conforto, de alerta, compartilhar com alguém necessitado os seus bens materiais, etc. Independente de cor, sexo, nível social, ou se a pessoa é sua inimiga ou não.
Se você serve mais ao próximo do que a si mesmo, você serve a Deus. Muitos colocam uniforme e pregam a palavra de Deus, mas não vivem o que pregam.


2- A Mulher de Deus que faz a Diferença :


Confia em Deus e em si mesma. Sabe que com Deus pode chegar em lugares que nunca imaginou. Não vive pelo o que vê, ouve ou sente, mas pelo o que crê.
Não se preocupa com a opinião dos outros a seu respeito, mas o que realmente importa é o que o Senhor Jesus pensa sobre ela.
Não se acovarda diante das situações. Nunca se concentra nos gigantes, pois sabe que se fizer isso, ela tropeçará. Sempre se concentra em Deus, para que seus gigantes tropecem.

3- A Mulher de Deus que faz a Diferença :


Tem visão de águia. Projeta em sua mente grandes sonhos. Não adianta ter força se não tiver visão. Ela planeja detalhadamente o que fazer para realizá-lo. Cria estratégias para neutralizar os planos do diabo em sua vida, na vida de sua família e na humanidade. 
Ela sabe que para receber o que nunca ninguém recebeu, precisa fazer o que nunca ninguém fez.
Davi só chegou a ser Rei porque fez o que nunca ninguém fez, teve coragem para enfrentar Golias. Como você pretender evoluir e mudar a sua vida, se continua fazendo sempre as mesmas coisas?

4- A Mulher de Deus que faz a Diferença : 

Tem coragem de dizer NÃO.
Daniel propôs no seu coração em “NÃO” se contaminar com o manjar do rei (Dn 1: 1-21); Ele NÃO deixou sua comunhão com Deus, mesmo sabendo que a sentença era ser jogado na cova dos leões (Dn 6: 1-23).
Sadraque, Mesaque e Abede-Nego NÃO se prostraram diante da estátua feita pelo rei Nabucodonozor, mesmo sabendo que isso resultaria em ser lançados na fornalha de fogo ardente (Dn 3: 6,14-18,21-29).
Para dizer “NÃO” às ofertas e caprichos mundanos é preciso muita coragem, proveniente da convicção que temos acerca do Deus que servimos.


5- A Mulher de Deus que faz a Diferença :

Não se envergonhe de falar ousadamente a favor do evangelho: “Portanto, não te envergonhes do testemunho de nosso Senhor...” 2 Tm 1:8

6- A Mulher de Deus que faz a Diferença :


Não segue a multidão.
Não é porque todo mundo gosta de um determinado filme, que ela vai gostar também.
Não é porque todo mundo segue a moda de "ficar", que ela aderir essa prática, e beijar os rapazes.
Não é porque a multidão não espera a hora do casamento para ter relações, que ela também não vai esperar.
Não é porque virou moda desreipeitar os pais e achá-los caretas, que ela vai corromper o seu caráter e desonrar quem a colocou no mundo e quem a criou com amor.
Não é porque está na moda vestidos curtos, que ela vai expor o seu corpo para ser motivo de tentação para os homens.
Não é porque dizem que não há problema em falar uma mentirinha, que ela vai mentir também.

Quem é de Deus anda na contra-mão do mundo. Ser de Deus é ser diferente!

A diferença não consiste no que você conquistou (nas bençãos), mas no que você é.  

Missão da Semana:

Olhar ao redor e encontrar novas formas de servir a Deus:

1. Separe algumas roupas, sapatos, alimentos, e faça doações, juntamente com alguns folhetos evangelísticos da sua igreja.

2. Coloque nas portas dos seus vizinhos folhetos que falem sobre o Senhor Jesus, e sobre a salvação. Se sua igreja não tiver, faça você mesma no seu computador. Não se esqueça de colocar o endereço de sua igreja.

3. Analise o que você precisa mudar para fazer a diferença. Tome atitudes! Estabeleça metas para alcançar as mudanças.

Palavra da Semana: Salmo 116
Propósito com Deus:
 
Será baseado no versículo 13, do Salmo 116: "Tomarei o cálice da salvação, e invocarei o nome do SENHOR."
Todos os dias dessa semana, consagraremos e participaremos de um pequeno cálice de suco de uva a Deus, simbolizando o cálice da salvação, mencionado na passagem bíblica. 
Invocaremos a Deus e pediremos que nos lave, nos purifique e nos dê sabedoria, discernimento e perseverança para alcançarmos a salvação de nossa alma.

Share:

1 comentários

  1. AMO SEU BLOG É MUITO EDIFICANTE. QUE DEUS TE INSPIRE +++ E ++++....

    ResponderExcluir